8 dicas para organizar um apartamento tipo estúdio

Request quote

Invalid number. Please check the country code, prefix and phone number
By clicking 'Send' I confirm I have read the Privacy Policy & agree that my foregoing information will be processed to answer my request.
Note: You can revoke your consent by emailing privacy@homify.com with effect for the future.

8 dicas para organizar um apartamento tipo estúdio

Ida Gaspar—homify Ida Gaspar—homify
 Living room by José Tiago Rosa,
Loading admin actions …

Uma só divisão, vários funções! Um apartamento tipo estúdio é um verdadeiro desafio decorativo, nomeadamente quando não se quer gastar fortunas em mobilar e decorar. 

Somos muitos a ter um estúdio como casa temporária ou definitiva. Por isso, estudante ou não leia o nosso artigo, pois a homify reuniu uma lista de conselhos e dicas para que consiga tirar um máximo partido de tão poucos metros quadrados, para tantas funções (cozinha, sala, quarto e, por vezes, escritório).

Vai ver que nunca foi tão fácil ter um pequeno espaço de revista giro e confortável!

1. Um espaço, várias funções

Mo-du-la-ri-da-de.

Esta é a palavra-chave quando pensa na organização de um apartamento tipo estúdio. Para organizar o seu espaço, pode começar por criar uma lista de móveis e da superfície necessária para cada necessidade essencial. Pode atribuir uma função específica a cada parte do estúdio. Restará então otimizar o espaço de maneira harmoniosa e funcional.

Em termos práticos, aqui estão alguns exemplos de pequenas áreas:

- Para dormir, escolha um sofá cama conversível ou uma cama que dobre verticalmente e que se esconda na parede. Se preferir uma cama real, escolha um modelo com gavetas de armazenamento. Grandes almofadas serão usadas para transformá-lo num sofá durante o dia; 

- para comer, uma mesa retangular pode economizar espaço. Coloque-a ao longo de uma parede nas imediações da área da cozinha, e coloque bancos sob ela. Eles servirão para receber amigos; 

- Para arrumar, o ideal é poder organizar o seu estúdio numa parede de armários integrados, com portas de correr. Pode completar a arrumação com mobília modular, baixa e com rodas. 

- Para a área multimédia, pode economizar espaço optando por um móvel de TV multifuncional, com mesa e arrumação integrados.  

Um estúdio, por definição, é uma peça única. Mas pode prever e projetar divisões que servirão a separar os espaços visualmente. Um biombo, cortinas, painéis japoneses… podem ser usados para isolar um canto de dormir quando recebe amigos para um jantar.

2. Decoração personalizada

Para se sentir bem no seu loft, é essencial investir na decoração: uma parede de cor, um papel de parede, um tapete bonito, uma bela peça de mobília. É importantes e devemos sentir-nos bem em casa. 

Mesmo num lugar otimizado ao máximo, pode colocar o seu toque pessoal na decoração. A boa ideia em termos de layout, é transformar o seu estúdio em duas pequenas divisões, e se isso passa pela mobília, pela instalação de um mezanino ou de uma divisória removível, também passa pela decoração, onde pode, sem hesitação, criar dois ambientes, tanto a partir do chão como da parede.

Mas atenção não deve em parte alguma sobrecarregar e transformar as paredes numa galeria de arte ou sobrepor tapetes para uma área confortável. Para decorar o seu estúdio, há uma única palavra: espaço. Não, não é brincadeira, quanto menos tiver, mais tem que preservar. Então evite sobrecarregar a decoração.

Para mais ideias de decoração clique aquiaqui!

3. Que cores escolher num estúdio?

A cor é uma das ferramentas mais eficazes. Para escolher a cor das paredes, começar-se-á a partir dos móveis para criar uma associação harmoniosa. Em geral, as cores quentes tendem a aproximar visualmente as paredes. O oposto acontece com os elementos pintados com cores frias, que parecem afastar-se. Um chão escuro com paredes de cores claras e um teto aumentará visualmente a divisão. 

Num estúdio, é importante favorecer tons claros, cores neutras, naturais e suaves como azul pastel, rosa clarinho, bege, branco ou verde pálido… Mais as cores serão fortes e intensas, mais o espaço parecerá reduzido no seu tamanho. De facto, as cores fortes estreitam o espaço, logo não são aconselháveis para um estúdio em que, pelo contrário, procura-se empurrar as paredes. De preferência, evita-se o laranja vibrante, o vermelho brilhante, o amarelo clarinho ou o azul elétrico.

A mistura de muitas cores cria confusão e comunica um sentimento de desordem. Sempre pensamos nas regras da estética com o círculo cromático: a harmonia e o equilíbrio das cores no espaço, as proporções das cores, o ritmo (repetição do mesmo tom em vários cantos), a acentuação (uso de contrastes, alternações claro/escuro). Atenção, não escolha cortinas aleatoriamente: o tecido e os padrões devem misturar-se com as paredes, os móveis e os tapetes. Pensamos na orientação dos espaços para escolher os códigos de cores.

4. Como iluminar um estúdio?

Não deve deixar nenhuma área às escuras. Se a falta de luz natural  for constrangedora, deve ser substituída por luzes artificiais, colocadas em lugares que mais exigem, pela sua orientação e função. A iluminação contribui para a criação de uma boa atmosfera: cada espaço deve ser ligado regularmente e com uma luz uniforme. Portanto, temos um teto para ser iluminado na divisão, de modo a propagar a iluminação e lâmpadas complementares que serão funcionais e decorativas. As luzes complementares podem limitar o número de lâmpadas e iluminar onde é necessário. Tome nota: 15 watts por metro quadrado.

Lâmpadas de parede, suspensões e pequenas lâmpadas decorativas podem trazer um verdadeiro ambiente a uma sala. Esta é uma maneira de adicionar elementos decorativos, sem invadir o espaço disponível para armazenamento. Há muitas opções de iluminação: originais, elegante, boêmio ou designe, que não ocupam muito espaço e são suficientes para decorar (além de iluminarem, é claro!). Referimos, por exemplo, as guirlandas de luz, os candeeiros de mesa e os candeeiros de cabeceira, que pode colocar um pouco por todo o lado para criar atmosferas moderadas. Os jogos de luz também podem trazer algo de especial a um espaço e imediatamente vestir as diferentes peças de mobiliário (para lâmpadas de parede e spots LED que iluminam uma área específica: estante, kitchenette ou mini-cozinha, prateleira decorativa  por cima do sofá, entre outros).

5. O segredo está na organização

Quando temos apenas 20 m² disponíveis para viver, comer e dormir, só nos resta dominar a arte de armazenamento! 

Não tem ser um expert ou viciado nas arrumações para saber que uma arrumação regular das suas coisas, permite criar espaço e lugar. A pequena superfície de um estúdio não combina com objetos acumulados (ou móveis), requer ainda espaços de arrumação práticos e variados. O ideal são os armários integrados, para poder guardar do chão ao teto. As prateleiras de parede e estantes também funcionam, sem falar de vários recantos que consegue otimizar: debaixo da cama, por cima dos móveis, das portas ou nos ângulos das paredes. 

Veja aqui ideias de arrumação incríveis!

6. Que profissionais contactar?

Se precisar de ajuda para organizar, projetar ou decorar o seu loft ou estúdio tipo apartamento, pode sempre recorrer à ajuda profissional de um arquiteto, designer de interiores ou decorador

Onde encontrar os contactos? 

É fácil, na nossa página homify tem acesso a uma lista muito vasta de profissionais muito competentes na área. Basta aceder ao separador profissionais (em cima), escolher o especialista e procurar pela sua área de residência, de modo a facilitar o contacto, como evitar custos acrescidos de deslocação. 

Quanto custa?

O preço é uma questão relativa ao tipo de projeto que pretende. Por isso, não hesite em pedir um orçamento, mediante as ideias e o tipo de projeto que pretende. Mas é importante ser realista.

Em termos de compra de casa, um estúdio ou T0 será sempre uma opção mais barata no mercado. Pode ser um excelente investimento, para alugar a turistas (tipo airbnb), a profissionais que vivem longe de casa ou a estudantes universitários.

Mais informações?

Se quiser descobrir mais, recomendamos a leitura deste livro de ideias: Estúdios e T0: casas com apenas uma divisão.

 Houses by Casas inHAUS,

Need help with your home project?
Get in touch!

Discover home inspiration!